Atendimento: [14] 3402-3300

2019 com crescimento na inclusão e exclusão ao SCPC

Carlos Francisco Bittencourt Jorge, fala sobre as inclusões e exclusões no SCPC no começo de 2019

O ano de 2019 começou com elevação no número de pessoas que foram incluídas e excluídas do Banco de Dados do Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC) da Associação Comercial e Industrial (ACI) de Marília, de acordo com recente levantamento realizado pela entidade, como forma de acompanhar o volume de inadimplência no comércio mariliense. “Os números mostram crescimento nas consultas de 42,12% nas inclusões e 48,73% nas exclusões de CPFs”, anunciou o presidente da entidade mariliense, Adriano Luiz Martins, que considera isso importante em virtude de ser uma preocupação geral entre os comerciantes da cidade. “Precisamos ficar atentos com os devedores e com aqueles que recuperaram o crédito”, falou o dirigente da associação comercial,

De acordo com o secretário da Acim, Carlos Francisco Bittencourt Jorge, essas duas elevações são consideradas altas por atingiram quase que a metade de crescimento no comparativo com o mês de Janeiro de 2018. “No ano passado foram incluídas na lista do SCPC 1.073 CPFs, enquanto que este ano foram 1.525 pessoas”, comparou o dirigente da associação comercial que aponta o mês de Janeiro como um reflexo das vendas no mês de Dezembro, com o Natal. “Muita gente comprou, e não está conseguindo pagar”, disse ao acrescentar a “Black Friday” como também sendo um dos motivos. “São dois momentos de grandes estímulos para as vendas”, falou ao afirmar ser o Natal como sendo o principal deles.

Por outro lado o diretor da associação comercial de Marília lembra que mais pessoas passaram a ter crédito no comércio em geral. No ano passado foram liberados da lista do SCPC 827 pessoas, enquanto que este ano foram 1.230 CPFs que passaram a ter crédito nas lojas, liquidando as dívidas. “Para o lojista essa informação é mais agradável”, brincou Carlos Francisco Bittencourt Jorge, ao lembrar que para o varejo é mais importante ter aumento na clientela, do que restrição de vendas. “Infelizmente entre os que entraram com os que saíram da lista do SCPC, existem 295 pessoas que passaram a ter restrição no crediário, ao invés de recuperação de crédito”, lamentou o dirigente que acompanha mensalmente o fluxo de entrada e saída de pessoas na listagem do SCPC da Acim.

Outro ponto ressaltado pelo dirigente da associação comercial é que o crescente número de consumidores com restrição, também é um resultado positivo, mostrando que o comerciante está atento quanto a inadimplência da loja. “É importante que o lojista registre os devedores, para que possamos proteger o comércio em geral de uma inadimplência elevada que não é bom pra ninguém”, disse ao reforçar a orientação de que uma vez na lista do SCPC da Acim, o devedor passa a ter dificuldades de comprar no crediário em qualquer loja do território nacional. “Nossas informações são nacionalizadas o que quer dizer tanto para quem deve como para quem paga, que as informações são cruzadas em todo o Brasil”, explicou.

2019 com crescimento na inclusão e exclusão ao SCPC
3 (60%) 1 vote

Seja um associado

Independente do porte e segmento da sua empresa, na ASSOCIAÇÃO certamente existe um benefício perfeito para vocé

Dúvidas?