Atendimento: [14] 3402-3300

Acim alerta para o “depósito falso” no comércio

Libânio Victor Nunes de Oliveira, presidente da Acim, alerta a comunidade para golpe simples e ingênuo

Comerciantes da cidade de Marília estão sendo assediados por golpistas que tentam aplicar um golpe considerado simples e até com certa “ingenuidade”, diante dos argumentos apresentados. De acordo com o presidente da Associação Comercial e Industrial (ACI) de Marília, Libânio Victor Nunes de Oliveira, alguns comerciantes procuraram a entidade para denunciar a tentativa do golpe. “O comércio é sempre vítima de golpes das mais variadas formas”, admitiu o dirigente ao fazer o alerta. “Muito cuidado com mensagens, telefonemas, correspondências e até abordagens pessoais”, avisou o presidente da associação comercial ao explicar como funciona o golpe.

De acordo com Libânio Victor Nunes de Oliveira uma pessoa entra em contato com o comerciante, dizendo que fez um depósito errado de um determinado valor, através dos caixas eletrônicos. Com boa eloquência, bons argumentos e estórias comoventes, o golpista pede para que o depósito seja devolvido de imediato, por estar passando por um período de emergência. “Ao observar a conta corrente, o comerciante localizará o depósito feito com o valor dito pelo golpista”, comentou Libânio Victor Nunes de Oliveira ao destacar que o depósito foi feito, mas o envelope está vazio e os créditos bloqueados. Demonstrando grande desespero, o golpista tenta persuadir o comerciante a antecipar o reembolso. “É nessa hora que a apelação é grande e algumas pessoas podem cair na conversa”, avisou o dirigente da associação comercial ao fazer o alerta. “Feito a devolução prévia, o comerciante perdeu o dinheiro que é impossível de ser recuperado”, afirmou.

Para o presidente da Acim ao receber o telefonema com essa “conversa”, o comerciante deve ignorar o telefonema e avisar o banco envolvido. “Não adianta gravar o número telefônico e nem argumentar com o bandido”, explicou. “Caso seja verdade, tome qualquer iniciativa depois do crédito desbloqueado da conta corrente”, sugeriu Libânio Victor Nunes de Oliveira, pois, esta confusão de depósito pode ser verdade num determinado caso. “O importante é que o comerciante não se desespere, pois, tudo devidamente esclarecido, sem pressa, não trará prejuízo a ninguém”, comentou o dirigente da associação comercial mariliense ao fazer o alerta de uma forma geral. “Não é só com comerciante que isso pode acontecer”, acrescentou. “Qualquer pessoa pode ser vítima deste tipo de golpe do depósito bancário falso”, ampliou o aviso para toda a comunidade mariliense.

Quem for vítima e tiver dúvidas pode procurar a sede da associação comercial para mais esclarecimentos, ou, manter contato com a entidade para ter certeza de que se trata de um golpe. “Estamos a disposição para ajudar no que for preciso, pois, nestas horas o desespero pode ser grande”, reforçou o superintendente da entidade associativa, José Augusto Gomes, que já conversou com alguns comerciantes associados que receberam esse tipo de telefonema e da “conversa fiada”.

Acim alerta para o “depósito falso” no comércio
Avalie esta postagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Seja um associado

Independente do porte e segmento da sua empresa, na ASSOCIAÇÃO certamente existe um benefício perfeito para vocé