Atendimento: [14] 3402-3300

Acim quer definir calendário de funcionamento

José Augusto Gomes e Libânio Victor Nunes de Oliveira, ambos da Acim, falam sobre o calendário e os feriados

Com o objetivo de definir todo o planejamento para o próximo ano, a diretoria da Associação Comercial e Industrial (ACI) de Marília, está convocando os comerciantes associados para que participem no próximo dia 30, quinta-feira, a partir das 9 horas, da Assembleia Geral Extraordinária quando serão definidos os horários de funcionamento especial das lojas do comércio de Marília, para o ano de 2018, além das campanhas promocionais a serem desenvolvidas mensalmente, através de datas comemorativas. “Isto é importante em virtude de que empregadores e empregados necessitam de um acordo para o trabalho, bem como os lojistas para investimentos”, disse o presidente da Acim, Libânio Victor Nunes de Oliveira, que acredita na presença de um bom público, afinal, o assunto é polêmico.

De acordo com o superintendente da associação comercial mariliense, José Augusto Gomes, dos 13 feriados nacionais do ano que vem (incluindo pontos facultativos com ampla adesão), dez poderão ser prolongados, já que a maior parte das datas comemorativas cairá no final ou no começo da semana. “Isso atrapalha muito o desenvolvimento do comércio, mas principalmente o ritmo das indústrias”, comentou o dirigente mariliense acostumado a debater a definição do calendário da cidade de Marília. “Será um a mais do que este ano, que contou com nove feriados para “emendar”, quando muitas empresas estendem as folgas dessas datas com os finais de semana”, comentou o superintendente que também considera importante a antecipação da definição do calendário de funcionamento das lojas da cidade.

Dos feriados que poderão ser prolongados no próximo ano, incluindo o Carnaval e o Corpus Christi, seis envolvem quintas e sextas-feiras, e outros quatro são nas segundas e terças-feiras. “Ai não tem jeito, por isso, é preciso negociar para que haja as compensações e que o comércio não sofra”, reclamou Libânio Victor Nunes de Oliveira ao apontar a necessidade de vender, para manter os compromissos da loja. “Os trabalhadores que conseguirem folgar em todos os feriados e pontos facultativos terão 16 dias de descanso”, disse o presidente da Acim em tom de preocupação. “Isso sem contar outras datas comemorativas regionais”, acrescentou ao lembrar dos paulistanos que terão feriado no aniversário da cidade e ainda o Dia da Consciência Negra, que caem numa quinta e numa terça-feira, respectivamente. “O dia 9 de julho é feriado estadual, mas o comércio funciona normalmente”, destacou o dirigente mariliense.

As campanhas promocionais também serão apresentadas as sugestões para cada mês que tenha apelo comercial. Dos 12 meses do ano somente os meses de: janeiro, fevereiro e julho que não contam com um data forte para atrair consumidores. “Janeiro é prejudicado com a passagem do ano, enquanto que fevereiro tem o carnaval que não chega ser uma atração, o mesmo com o mês de Julho com as festas julhinas”, justificou José Augusto Gomes, ao lembrar que neste dia também será apresentado o formato da campanha com sorteio de prêmios que acontecerá no próximo ano. “Vamos continuar com os sorteios, pois, este é um dos nossos diferenciais”, destacou Libânio Victor Nunes de Oliveira.

Acim quer definir calendário de funcionamento
Avalie esta postagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Seja um associado

Independente do porte e segmento da sua empresa, na ASSOCIAÇÃO certamente existe um benefício perfeito para vocé

Dúvidas?