Atendimento: [14] 3402-3300

Acim quer discutir atividades para o ano que vem inteiro

Libânio Victor Nunes de Oliveira, presidente da Acim, fala sobre a importância da assembleia convocada

Os comerciantes da cidade de Marília estão sendo convocados pelo presidente da Associação Comercial e Industrial (ACI) de Marília, Libânio Victor Nunes de Oliveira, para discutirem as atividades promocionais e o calendário de abertura especial do comércio de Marília, em assembleia geral extraordinária, a ser realizada no dia 30, as 9 horas, no auditório da entidade, com entrada pela rua Prudente de Moraes. “É de fundamental importância que a gente decida o que será feito no próximo ano, para que possamos tomar as medidas necessárias com antecedência”, disse o dirigente mariliense que anualmente reúne neste período os comerciantes para discutirem as atividades.

No encontro que será realizado dois assuntos serão amplamente debatidos: os horários de atendimento e as campanhas promocionais. “O calendário respeitará os feriados, os dias especiais, as datas comemorativas e principalmente os sábados em que o funcionamento é até as 17 horas”, recordou Libânio Victor Nunes de Oliveira. “Naturalmente o mês de dezembro do ano que vem já é decidido agora”, completou o presidente da associação comercial local, que desde 1997 define o calendário com bastante antecedência para que todos possam se programar. “Esse calendário é de fundamental importância para o comércio, e por isso tem que ser discutido com bastante antecedência”, argumentou.

As campanhas promocionais mensais são discutidas neste encontro. Mensalmente a Acim organiza campanhas promocionais com apelo comercial, de acordo com as datas comemorativas. Dos 12 meses do ano, somente os meses de: Janeiro, Fevereiro e Abril, são os mais fracos, estando os demais nove meses sempre com um tema forte que estimula as vendas. “Janeiro geralmente é dedicado a volta as aulas, que pega um pouco de fevereiro que se confunde com o Carnaval”, comentou o dirigente de Marília ao lembrar que o mês de janeiro é o mais complicado do ano, pois, o comércio está fraco depois das vendas do Natal, em dezembro, e muita gente viaja, tendo ainda os pagamentos de impostos como IPVA, IPTU e outros que surgem neste período. “E junto tem os materiais escolares, matrículas e tudo mais”, acrescentou Libânio Victor Nunes de Oliveira.

Este encontro marcado pela diretoria da Acim é de fundamental importância para os comerciantes, afinal, o que for decidido deve ser cumprido por todos. “Este ano aumentaram os sábados em que as lojas ficaram abertas até as 17 horas”, recordou o presidente. “Ainda assim, temos dias em que o comércio funciona a noite, e tem o mês de dezembro em que se discute o funcionamento aos domingos”, exemplificou Libânio Victor Nunes de Oliveira ao alertar os comerciantes para que participem, votem e se mobilizem. “Agora é a hora de decidir. Depois de decidido é muito complicado e difícil qualquer mudança”, ressaltou o dirigente que acredita num bom número de participantes que sempre debate as datas de funcionamento do comércio e as campanhas promocionais mensais.

Acim quer discutir atividades para o ano que vem inteiro
Avalie esta postagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Seja um associado

Independente do porte e segmento da sua empresa, na ASSOCIAÇÃO certamente existe um benefício perfeito para vocé