Atendimento: [14] 3402-3300

Associação Comercial acredita em mudanças no relaxamento

Adriano Luiz Martins acredita para breve a mudança da cidade de Marília nas fases estipuladas pelo Governo

Foi com estranheza que o presidente da Associação Comercial e Industrial de Marília, Adriano Luiz Martins, recebeu o anúncio do Governador do Estado de São Paulo, João Dória, sobre o relaxamento da quarentena no combate a pandemia do Covid-19, a partir do dia primeiro de junho. “Fiquei surpreso, como todos ficaram, afinal a cidade está tomando todos os cuidados necessários para diminuir a contaminação”, falou o dirigente surpreso com a classificação como “Fase 2”, o município de Marília, em comparação com as regiões de Presidente Prudente e Bauru. “Não imagino quais seriam os critérios de análise por parte do Governo Estadual, por isso, acredito em uma mudança para breve”, falou em tom esperançoso, apesar de reconhecer um comportamento considerado como “conservador” por parte do Governo do Estado de São Paulo quanto a quarentena. “Os índices de Marília não são ruins”, garante o dirigente.

Para Adriano Luiz Martins o Prefeito Daniel Alonso tem condições de comprovar o controle da contaminação na cidade e reverter a situação. “Acredito que nos próximos dias Marília será posicionada na “Fase 3” e haverá uma ampliação do relaxamento, que para o varejo será muito importante”, falou o dirigente da associação comercial ao retomar as atividades comerciais como: atividades imobiliárias, concessionárias, escritórios, comércio e shopping center, que serão liberados a partir do dia primeiro de Junho, com os devidos cuidados de distanciamento e higienização. “Este será o primeiro passo, afinal, nem todos conseguirão voltar e muitos que voltarem, voltarão com dificuldades”, acredita o dirigente mostrando-se preocupado com as consequências da quarentena, quando o comércio ficou fechado desde o dia 29 de Março. “Com a volta das atividades é que teremos ideia de quem sobreviveu a essa crise inimaginável”, falou preocupado.

De acordo com o “Plano São Paulo”, anunciado pelo Governador João Dória, no Palácio dos Bandeirantes, todo o Estado de São Paulo foi classificado em cinco fases, quando 15 atividades comerciais foram avaliadas e apontadas para liberação de acordo com as fases estipuladas por regiões administrativas. A cidade de Marília ficou na “Fase 2”, em que somente algumas atividades comerciais voltam ao varejo. “Vamos ajudar o Prefeito Daniel a colocar a cidade de Marília na “Fase 3”, para que bares, restaurantes e similares e os salões de beleza sejam liberados, também”, disse Adriano Luiz Martins que acredita no trabalho da Prefeitura Municipal junto ao Governo do Estado de São Paulo. “Marília tem parâmetros favoráveis ao combate do Covid-19 que podem mudar esta classificação”, acredita ao acompanhar o trabalho que vem sendo feito na cidade, por participar do comitê municipal criado para monitorar as ações da pandemia.

Apesar do “Plano São Paulo” propor análise quinzenal, Adriano Luiz Martins acredita que em menos tempo o Prefeito Daniel Alonso consiga reverter esta situação. “Independentemente deste retorno gradual, a associação comercial continuará assessorando os comerciantes quanto as questões jurídicas nas áreas trabalhista e de gestão, para que o empresariado tome a melhor decisão, no sentido de preservar empregos e empresas”, defendeu o dirigente que desde o início da pandemia vem atuando ao lado dos empresários para que superem a crise com menos dificuldades. “Infelizmente ainda não acabou a crise”, falou.

Associação Comercial acredita em mudanças no relaxamento
Avalie esta postagem

Seja um associado

Independente do porte e segmento da sua empresa, na ASSOCIAÇÃO certamente existe um benefício perfeito para vocé

Dúvidas?

Acesso a Live: https://forms.gle/ASzRhc3ueVJXgqM5A