Atendimento: [14] 3402-3300

Associação Comercial aponta informação como caminho

Adriano Luiz Martins, presidente da associação comercial, pede cautela e busca por informações confiáveis

O presidente da Associação Comercial Industrial de Marília, Adriano Luiz Martins, está orientando os comerciantes da cidade para que se mantenham informados antes de tomar qualquer decisão na empresa. “A instabilidade da informação pode gerar desconforto para muitos empresários”, disse o dirigente mariliense ao tomar conhecimento da mudança no comportamento do varejo que, até a próxima informação, será a partir desta terça-feira, dia 09, aberto das 10 as 14 horas de segunda a sexta-feira, e das 9 as 13 horas aos sábados. “Mas isso pode mudar, por isso, é preciso buscar a informação na associação comercial para tomar a decisão correta”, falou ao lembrar de que na semana passada, o horário de funcionamento foi de seis horas o período e agora será de quatro horas, conforme o Decreto Estadual, imposto pelo Governo do Estado de São Paulo.

Com a retomada da flexibilização de acordo com o que determina o Governo do Estado de São Paulo, classificando o município na cor laranja, ao invés da verde, como deseja o município, os comerciantes vão se adaptando a “guerra jurídica”. “Tudo pode mudar a qualquer momento, porque, tudo é novidade”, tenta justificar o presidente da associação comercial, ao admitir que a confusão não beneficia nem comerciante, nem comerciário e nem consumidor. “Cada dia é uma situação e por isso, antes de fazer qualquer ação, que se informe na sede da associação comercial para não correr risco”, orienta o dirigente mariliense ao preparar o pessoal na entidade para informar a notícia mais precisa. “Seja por telefone, internet, aplicativos ou presencial, nosso pessoal está preparado para informar corretamente”, garante Adriano Luiz Martins que mantém contato direto com as autoridades municipal e estadual.

Adriano Luiz Martins alerta para o fato de que quarta-feira, dia 10, o próprio Governo do Estado de São Paulo, pode mudar a classificação da cidade de Marília, da cor laranja para amarelo, e nesse casso a flexibilização é ampliada. “Atualmente os salões de beleza e academias devem fechar, o mesmo acontecendo com bares e restaurantes, que só podem atender por “delivery” ou “drive thru” como determina o decreto estadual”, avisou ao mostrar a atualização a ser seguida. “Mas tudo pode mudar, se a Prefeitura de Marília, conseguir na justiça a autonomia de decidir as atividades locais que podem ou não funcionar”, acrescentou ao mostrar o período de incertezas para os gestores. “Por isso que é preciso estar bem informado, através de fontes seguras, e neste caso a associação comercial é a melhor opção, antes de tomar qualquer medida”, ressaltou Adriano Luiz Martins ao alertar para as notícias falsas, de meios duvidosos ou até mesmo de fontes inverídicas. “Não é hora de correr riscos, e sim se agir com segurança”, falou.

MARILIA SHOPPING – Por outro lado o presidente da associação comercial reforça a opção do comércio eletrônico, em que o dia e o horário independem dos governos: municipal, estadual e federal. “No Acim Marília Shopping é possível comprar e vender 24 horas por dia, sete dias da semana, em quatro semanas ao mês”, falou Adriano Luiz Martins ao mostrar uma das vantagens do comércio eletrônico que a associação comercial disponibiliza para todos os comerciantes através do endereço eletrônico: www.marilia.akki.com.br ou através do portal da entidade: www.acim.org.br. “Neste sentido, o comércio eletrônico tem essa liberdade e disposição, afinal, pela internet é possível agir sem depender da abertura da loja física”, falou ao solicitar para os comerciantes que busquem entrar no comércio eletrônico para obterem mais uma forma de vender mais.

Associação Comercial aponta informação como caminho
Avalie esta postagem

Seja um associado

Independente do porte e segmento da sua empresa, na ASSOCIAÇÃO certamente existe um benefício perfeito para vocé

Dúvidas?

Acesso a Live: https://forms.gle/ASzRhc3ueVJXgqM5A