Atendimento: [14] 3402-3300

Associação Comercial celebra elevação e torce por evolução

Governo do Estado de São Paulo anunciou a região de Marília na Fase Amarela do plano de combate a pandemia

Governo do Estado de São Paulo anunciou a região de Marília na Fase Amarela do plano de combate a pandemia

A diretoria da Associação Comercial e Industrial de Marília recebeu com alívio a elevação da fase da região, do vermelho para a fase laranja, dentro do Plano São Paulo de combate a pandemia da Covid-19, em que a flexibilidade do comportamento do comércio em geral é menos traumático. “Quarentena alguma, que obriga o fechamento do comércio, é boa”, antecipou o presidente da entidade, Adriano Luiz Martins, que acredita numa evolução frequente, sem retroagir e atingir, novamente, a fase vermelha, a pior de todas. “Não acredito que tenhamos que fechar tudo novamente”, falou ao apontar a lei municipal aprovada recentemente, que disciplina o que é considerado essencial na cidade de Marília. “Com a chegada da vacina e a vacinação crescendo em proporção, penso que a quarentena está com os dias contados”, defende o presidente da associação comercial mariliense, ao incluir a elevação no número de leitos hospitalares disponíveis para a Covid-19, também crescer. “Estamos aguardando os índices de contaminação diminuírem”, ressaltou.

Com a Fase Laranja nada muda no comércio de Marília, que depois de duas semanas com as lojas fechadas, desde a última segunda-feira, o funcionamento passou das 9 as 17 horas, de segunda a sábado, com base em Lei Municipal, ainda vigente. O raio de atuação passa a ser amplificado, principalmente com as novas medidas de relaxamento, anunciadas durante a semana, ainda mais, quanto ao final de semana e o comportamento dos bares e restaurantes. “O foco agora é encontrar alternativas para atrair consumidores”, disse o superintendente da associação comercial, José Augusto Gomes, ao lembrar da fragilidade financeira que o consumidor se encontra. “O desemprego, a falta de ajuda governamental e as obrigações tributárias mantidas, enfraqueceu o poder de compra do consumidor no varejo”, admitiu o dirigente de Marília que vem organizando com os comerciantes associados, campanhas promocionais dentro do comércio eletrônico, estimulado pela diretoria da associação comercial, através da atual plataforma de e-commerce específico: www.marilia.dakki.com.br que cria o ambiente de compra e venda no comércio de Marília sete dias da semana, 24 horas por dia, com pagamentos via cartões de crédito, débito e boleto bancário, além do sistema Pix, tudo pela internet. “O comércio tem que estar onde está o consumidor”, falou ao acreditar no comércio eletrônico como alternativa.

A partir deste mês de Fevereiro o presidente da associação comercial mariliense acredita que o comércio terá um novo alinhamento, ainda se adaptando a nova realidade, porém, em condições mais positivas. “Temos que continuar a fazer a população se proteger com uso de máscara facial, higienização permanente e distanciamento frequente, para que não voltemos a Fase Vermelha que é muito prejudicial a todos”, disse Adriano Luiz Martins ao incentivar as denúncias de aglomerações clandestinas e aglomerações de pessoas em qualquer circunstância, que podem ser feitas na Ouvidoria do Município pelo telefone: 0800-7766-111 ou por e-mail: [email protected] ou através de “whatsapp” 14-99799-6361. “Mas quem quiser, pode ligar para o 190 da Polícia Militar”, acrescentou.

Associação Comercial celebra elevação e torce por evolução
Avalie esta postagem
Siga-nos e curta-nos:

Seja um associado

Independente do porte e segmento da sua empresa, na ASSOCIAÇÃO certamente existe um benefício perfeito para vocé

Dúvidas?