Atendimento: [14] 3402-3300

Associação Comercial com Relações Internacionais

Carlos Francisco Bitencourt Jorge, secretário da diretoria da associação comercial, a frente do novo departamento

A diretoria da Associação Comercial e Industrial de Marília iniciou de forma efetiva um trabalho diferente com a criação do Departamento de Relações Internacionais. A nova atividade visa oferecer aos comerciantes associados uma nova oportunidade para o mundo globalizado. “Hoje é preciso pensar em expandir internacionalmente, seja qual for a atividade empresarial”, disse entusiasmado o presidente da entidade, Adriano Luiz Martins, que criou condições para atender o empresário interessado em manter relacionamentos internacionais para crescer comercialmente. “Temos infraestrutura para assessorar o empresário nas primeiras iniciativas, facilitando o acesso a outros países”, garante o dirigente mariliense.

Com um período de adaptação já finalizado, hoje o Departamento de Relações Internacionais conta com um estagiário específico da área, bem como local e assessórios para o desenvolvimento do trabalho planejado. “Já temos algumas assessorias, o que demonstra que o serviço tem demanda”, disse o secretário da diretoria executiva da associação comercial, Carlos Francisco Bitencourt Jorge, especializado na área acadêmica. “Esse departamento tem múltiplas funções na área internacional”, comentou o dirigente ao apresentar uma sinopse dos objetivos, metas e função do novo departamento criado, ao mostrar para os demais diretores conhecerem a estrutura inicial. “Auxiliar na organização e participação em eventos internacionais; manter ou iniciar contatos internacionais, bem como assessorar na desburocratização; e buscar parceiros no exterior”, explicou Carlos Francisco Bitencourt Jorge, de forma sintetizada.

Para o superintendente da associação comercial, José Augusto Gomes, com a criação deste departamento a entidade passa a ter mais uma opção de serviço a oferecer, dos 26 existentes. “Vivemos um momento em que empresas de Marília estão expandindo os negócios para exterior, e nem todos contam com estrutura própria para isso”, falou o dirigente mariliense ao sinalizar a participação da associação comercial para os micro e pequenos empresários com interesse em exportar. “Não é algo difícil e nem complicado”, garante José Augusto Gomes. “Exportar é detalhamento, ou seja, tendo uma assessoria fica muito mais fácil e prático levar o produto ou serviço para fora do País”, comentou ao dizer que o Departamento de Relações Internacionais funciona dentro da sede da associação comercial em horário comercial.

Algumas iniciativas de estímulo já foram realizadas pela diretoria da entidade associativa como a formação de um grupo empresarial que esteve dez dias na Estónia, Europa, bem como a vinda de dirigentes do Egito, Portugal e em breve da Suécia para a exposição de atrativos em termos de investimento nesses países. “É uma quebra de paradigma em dizer que exportar é difícil. Não é”, frisa Adriano Luiz Martins que acredita na possibilidade de empresas marilienses e região iniciarem negócios com exterior, através desta assessoria. “O brasileiro já mostrou ser criativo e produtivo”, afirmou o presidente da associação comercial. “Agora é a vez de ser audacioso e enxergar o Mundo como limite para os próprios negócios”, falou ao acreditar na prosperidade do departamento criado.

Associação Comercial com Relações Internacionais
Avalie esta postagem
Siga-nos e curta-nos:

Seja um associado

Independente do porte e segmento da sua empresa, na ASSOCIAÇÃO certamente existe um benefício perfeito para vocé

Dúvidas?