Atendimento: [14] 3402-3300

Associação Comercial começa cadastramento de lojas

José Augusto Gomes, superintendente da Acim, prepara equipe para atendimento aos associados

A partir da próxima segunda-feira, dia 09, a Associação Comercial e Industrial de Marília começará a entrar em contato com todos os associados da entidade oferecendo a possibilidade de participarem como “Identificação de Fonte”, junto ao Cadastro Positivo que está em formação. De acordo com o presidente da entidade, Adriano Luiz Martins, os atendentes da associação comercial ligarão para todos, apresentando o “Questionário” para, em seguida, apresentar a “Declaração de Fonte do Cadastro Positivo”, quando após a análise da documentação, a empresa passa a fazer parte do sistema de informação sobre os “bons pagadores”. “Neste primeiro momento vamos nos dedicar a ter o maior número possível de lojas da cidade que atuarão como fonte”, disse o dirigente que considera o Cadastro Positivo como uma excelente ferramenta de crédito para comerciantes e consumidores.

O primeiro contato será através da telefonia quando será explicado o funcionamento desta fase. Seja qual for o comerciante ele vai decidir se quer ou não contribuir para o Cadastro Positivo que a cada 10 dias captará as informações sobre os “bons pagadores”, eletronicamente, e abastecerá o Banco de Dados do sistema que reunirá os consumidores que querem fazer parte do Cadastro Positivo e ter uma avaliação eletrônica sobre o hábito de pagar as contas em dia. “Isso trará uma série de benefícios para o consumidor, e mais segurança para o comerciante”, disse Adriano Luiz Martins que é favorável ao sistema, e acredita que haverá mais confiança do lojista na liberação de crédito. “Ele trabalhará, na análise de concessão de crédito, tanto com o Cadastro Positivo como com o SCPC”, apontou o presidente da associação comercial mariliense.

Todo o relacionamento entre o associado e os atendentes da associação comercial será eletrônico, inclusive o envio da documentação. “A assinatura do termo poderá ser eletrônica ou física”, disse José Augusto Gomes, superintendente da associação comercial, também favorável ao fortalecimento do Cadastro Positivo, e que criou um protocolo de atendimento para esta atividade que, num primeiro momento será bem intensa e na medida do crescimento do número de “fontes”, o serviço será adequado na relação ritmo e demanda. “Haverá uma concentração neste primeiro momento, depois entraremos ao normal”, planeja o dirigente que já tem o questionário preparado, a equipe treinada e pronta para iniciar os contatos a partir da segunda-feira. “Estamos trabalhando em conjunto com o pessoal da BV Serviços, que vai assessorar a associação comercial e o comerciante o tempo todo”, explicou José Augusto Gomes ao lembrar da necessidade de orientações tecnológicas para a manutenção do sistema eletrônico de informação.

O Cadastro Positivo, que está em vigor conforme a Lei de nº 12.414/2011, alterada pela Lei Complementar nº 166/2019, trata de um banco de dados nacional referente aos bons pagadores, que contém informações de compromissos financeiros e pagamentos relativos às operações de crédito e aos serviços continuados dos consumidores. “Este Cadastro Positivo tem a finalidade de democratizar o acesso às informações sobre o crédito, aumentando a concorrência no Sistema Financeiro Nacional, e assim, beneficiar os consumidores e empresas”, disse o presidente da associação comercial de Marília, Adriano Luiz Martins. “Este novo momento do mercado financeiro, traz mais segurança às pessoas naturais ou jurídicas que concedem créditos ou realizam operações comerciais, a prazo ou não”, falou. “A expectativa é que esta medida possibilite o acesso de muitos brasileiros ao mercado de crédito aquecendo a economia”, acredita o dirigente.

Associação Comercial começa cadastramento de lojas
Avalie esta postagem

Seja um associado

Independente do porte e segmento da sua empresa, na ASSOCIAÇÃO certamente existe um benefício perfeito para vocé

Dúvidas?