Atendimento: [14] 3402-3300

Associação Comercial inicia campanha protecionista

Campanha iniciada pela associação comercial valoriza a compra e venda pela internet das lojas de Marília pelos marilienses

A diretoria da Associação Comercial e Industrial de Marília inicia esta semana, durante um mês, uma ampla campanha com placas espalhas pela cidade no sentido de conscientizar a sociedade a valorizar as empresas de Marília para os marilienses. “Está na hora de nos proteger”, disse o presidente da entidade, Adriano Luiz Martins, ao desenvolver a campanha em pontos estratégicos no município. “Neste período de pandemia em que a economia está sendo estraçalhada, precisamos proteger a economia própria estimulando as empresas locais”, disse ao defender este propósito com o oferecimento de uma plataforma eletrônica que disponibiliza para o comerciante em geral e consumidores, a possibilidade de efetuar compra e venda pela internet. “O cidadão de Marília tem que ter esta conscientização de que precisa comprar o que precisa através das lojas de Marília, e pela internet”, defendeu.

De acordo com o dirigente mariliense muitas famílias marilienses dependem do comércio, sendo o segmento que mais emprega na cidade. Através das lojas da cidade a economia circula com o pagamento de impostos que (em tese) são destinados ao benefícios da sociedade. “Quando se compra através de uma loja de nossa cidade, estamos proporcionando a condição de subsistência de muitas pessoas”, falou ao mostrar o benefício de forma direta e indireta. “Uma loja oferece além de produtos e serviços: empregos, pagamentos de impostos, investimentos e oportunidades”, apontou o dirigente que acredita no despertar da sociedade pela campanha. “Se o mariliense utilizar somente as lojas de Marília para se manter nesta pandemia, vamos atravessar esse período com menos traumas”, falou entusiasmado ao lançar a campanha.

Com o slogan: “Proteja os empregos de sua família”, a diretoria da associação comercial mariliense está alertando ao fato de que dezenas de milhares de famílias dependem das lojas da cidade para se manterem. “É o efeito dominó”, apontou. “É a através da loja (seja de que tamanho for) é que mantém a vida das pessoas”, frisou. “A partir do momento que a loja não vende, ela será obrigada a fechar e ai todos perdem e a situação fica mais insustentável”, apontou Adriano Luiz Martins bastante preocupado com a situação das empresas da cidade, diante do fechamento e paralisação de grande maioria. “Através do portal eletrônico: www.marilia.dakki.com.br é possível ajudar na manutenção da empresa de Marília, que afetará diretamente em centenas de famílias”, falou ao mostrar a importância do protecionismo local. “Agora é hora de deixar a vaidade, o orgulho e outros tipos de sentimento para ajudar a sociedade num todo. E todos serão atingido positivamente”, falou ao mostrar a importância do fortalecimento das lojas de Marília, por parte dos marilienses.

O “Acim Shopping Marília” oferece dezenas de ofertas do varejo em geral através da compra e venda pela internet, num ambiente seguro, confiável e prático. “Tanto para comerciante, como para consumidor, o shopping eletrônico é a única ferramenta que temos para fazer com que as lojas de Marília se mantenham ativas neste período de pandemia”, falou ao dizer que somente lojas da cidade é que participam do shopping eletrônico. “Muitas lojas retomaram as atividades, com portas fechadas, e estão atendendo pela internet, entregando produtos via delivery ou drive thru”, falou ao criar um ambiente dentro do que especifica o Decreto Estadual que proíbe a abertura da maioria das lojas do varejo em geral. “Essa campanha é para mostrar ao mariliense que a melhor alternativa é priorizar as lojas da cidade, para o bem de todos”, falou o presidente da associação comercial.

Associação Comercial inicia campanha protecionista
Avalie esta postagem
Siga-nos e curta-nos:

Seja um associado

Independente do porte e segmento da sua empresa, na ASSOCIAÇÃO certamente existe um benefício perfeito para vocé

Dúvidas?