Atendimento: [14] 3402-3300

Associação Comercial quer 5 mil associados até dezembro

Associação Comercial e Industrial de Marília quer chegar a 5 mil associados até o final do ano

 

O presidente da Associação Comercial e Industrial de Marília, Adriano Luiz Martins, está com uma meta audaciosa de chegar a 5 mil associados até o final do ano. Um plano de ação neste sentido está sendo executado e em pouco mais de 30 dias o crescimento chegou a 121,7%, em época de pandemia. “Com a nova categoria de associados com CPF, o chamado associado Slim, o pessoal tem visto vantagens em utilizar os nossos serviços”, celebrou o presidente da entidade associativa que acredita atingir os 5 mil associados até o final do ano. “Essa é a nossa meta, e pelo ritmo devemos atingi-la, até com antecedência”, falou ao montar uma equipe de consultores comerciais para o desenvolvimento deste trabalho. “Hoje podem ser associados pessoas (CPF) e empresas (CNPJ)”, disse o dirigente que acredita ser importante esse envolvimento, diante dos serviços oferecidos.

Para o presidente que inicia em Fevereiro o segundo mandato a frente da entidade, o crescimento do quadro associativo dará mais representação a entidade, bem como uma nova receita. “Nunca consideramos a mensalidade como a principal receita da entidade”, explicou ao apontar a prestação de serviço como o ganho principal. “É preciso ter um vínculo com a entidade, e para isso paga-se um valor mensal”, falou. “É na utilização dos nossos serviços que temos as receitas e o que movimenta a entidade”, explicou ao elencar 24 tipos diferentes de serviços, sendo alguns deles gratuitos e pagos de acordo com o uso, e agora outros voltados para pessoas ao invés de somente para empresas. “Há muitos anos a associação comercial decidiu deixar de depender das mensalidades, passando para a prestação de serviço”, recordou Adriano Luiz Martins ao destacar a visão empreendedora do, então presidente da associação comercial, Sérgio Lopes Sobrinho que esteve na presidência por 15 anos, quem adotou esse sistema de gestão.

Os 1.758 novos associados como associado Slim passam a desfrutar gratuitamente, bem como as empresas que já fazem parte do quadro associativo, de atividades sem custos como: Clube do Associado; Campanhas Promocionais; Escola de Negócios; Melhores de Marília; Programa Empreender; Conselhos do Jovem, da Mulher e do Advogado Empreendedor; Departamento Jurídico e do Acim-Educa. “Esses serviços, oito no total, estão disponíveis para qualquer um que faça parte do nosso quadro associativo”, reforçou Adriano Luiz Martins ao lembrar que os demais 16 serviços o pagamento é proporcional ao uso: usando mais paga menos dependendo da quantidade e do valor unitário. “Queremos crescer na quantidade de serviços e de atendimento e isso acontecerá gradativamente”, promete o dirigente que já está em vias de conclusão de mais serviços a serem disponibilizados.

O associado Slim é uma nova categoria de associativismo da entidade, em que pessoas físicas (CPF) podem ter acesso aos serviços oferecidos, no entanto, o associado desta categoria não pode votar e nem ser votado. A mudança no Estatuto da Associação Comercial e Industrial de Marília criou novas categorias de associados considerados “empreendedor em geral” e não mais sendo especificamente do comércio e indústria. A instituição passa a ter quatro categorias de associados: Contribuinte (pagamento de mensalidades), Correspondente (situado em uma cidade vizinha), Slim (utiliza serviços sendo de outros segmentos), Regional (situado na região centro-oeste do interior) e Benemérito (por merecimento). “Deixamos de ter as categorias Remido e Honorário”, anunciou Adriano Luiz Martins ao lembrar que nas categorias: Slim e Regional o associado não pode participar de votações.

Associação Comercial quer 5 mil associados até dezembro
Avalie esta postagem
Siga-nos e curta-nos:

Seja um associado

Independente do porte e segmento da sua empresa, na ASSOCIAÇÃO certamente existe um benefício perfeito para vocé

Dúvidas?