Atendimento: [14] 3402-3300

Consulta ao SCPC se mantem crescente pelo 9º mês consecutivo

Adriano Luiz Martins, presidente da associação comercial, fala sobre a importância do SCPC contra a inadimplência

Até o mês de Setembro deste ano o número de consultas ao Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC) da Associação Comercial e Industrial de Marília vem sendo crescente, mantendo o saldo positivo do ano em 33,74% de aumento no acumulado neste ano, no comparativo com os nove meses do ano passado. “Isso demonstra que o comerciante está se conscientizando de que precisa consultar o banco de dados do SCPC antes de vender pelo crediário”, disse o presidente da associação comercial local, Adriano Luiz Martins, com base nos números apresentados que mostram as 303.459 consultas realizadas este ano, diante das 226.902 consultas realizadas no ano passado. “Em todos os meses do ano de 2019 o número de consultas foi maior do que em 2018”, ressaltou o dirigente que considera importante esta mudança de comportamento por parte do lojista.

O medo do crescimento da inadimplência, segundo o dirigente mariliense, é o principal motivo desta mudança de comportamento. “Nos dias de hoje deixar de receber por um venda feita é um problema grave que pode ameaçar o próprio negócio”, disse em tom de preocupação. “A inadimplência se combate com a informação”, destacou Adriano Luiz Martins que ressalta a procura por informações cadastrais a melhor forma de se proteger contra a inadimplência. “Nas vendas pelo crediário não se vende sem antes analisar as informações cadastrais do cliente”, falou. “O fato de consultar, não quer dizer que a venda tenha sido efetivada”, reforçou Adriano Luiz Martins.

Dos nove meses do ano, Setembro foi o quarto melhor em quantidade de consultas com 34.820 consultas realizadas, atrás de: Julho (36.667), Maio (36.374) e Fevereiro (34.349). “Janeiro continua sendo o pior dos meses com apenas 0,87% de crescimento no comparativo com Janeiro do ano passado”, apontou o dirigente de Marília que acompanha mensalmente os dados do SCPC da associação comercial. “O mês de Outubro deve ser elevado também, em virtude das vendas do Dia das Crianças e os preparativos para o Black Friday de Novembro”, acredita Adriano Luiz Martins que considera ser benéfico este hábito que vem sendo reforçado pelos comerciantes em consultar antes de vender pelo crediário.

As consultas ao SCPC da associação comercial são nacionalizadas, ou seja, uma vez em débito entre as lojas de Marília o consumidor fica com restrição em todas as lojas do Brasil. “E devendo em qualquer loja do Brasil, passa a ter restrição nas lojas de Marília”, destacou o dirigente da associação comercial ao mostrar a importância de se registrar o débito no sistema para que as informações sejam atualizadas e completas. “A proteção do comerciante depende do hábito de registrar o débito, consultar antes de liberar o crediário e excluir o devedor na quitação da dívida”, apontou ao considerar como fundamental esse hábito entre todos os lojistas. “Fazendo desta forma a possibilidade do crescimento da inadimplência passa a ser a menor possível”, defendeu.

Consulta ao SCPC se mantem crescente pelo 9º mês consecutivo
Avalie esta postagem

Seja um associado

Independente do porte e segmento da sua empresa, na ASSOCIAÇÃO certamente existe um benefício perfeito para vocé

Dúvidas?