Atendimento: [14] 3402-3300

Cresce número de consultas ao SCPC pelo 3º mês seguido

Libânio Victor Nunes de Oliveira, presidente da Acim, analisa dados do SCPC da Acim em 2017

O número de consultas ao Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC) da Associação Comercial e Industrial (ACI) de Marília, cresceu pelo terceiro mês consecutivo entre os comerciantes da cidade. Isto quer dizer, segundo o presidente da entidade, Libânio Victor Nunes de Oliveira, que o comerciante está mais preocupado com a inadimplência, e está consultando o cadastro do cliente antes de efetuar uma venda qualquer. “Isso é muito importante dos dias atuais, diante da instabilidade econômica”, reforçou o dirigente. “Diminuir custos e perdas, nestas horas, passam a ser lucro”, disse em tom de brincadeira, porém, preocupado com a situação econômica no País. “O lojista não tem mais a alternativa de errar”, frisou ao ver o índice de 8,4% de elevação nas consultas somente no mês de setembro.

É esperado aumento no número de consultas em meses especiais, com apelo comercial forte, como Dia das Mães, Dia dos Pais, Crianças, Namorados e Natal, porém, o que se vê, é que nos meses de Julho, Agosto e Setembro os índices foram positivos e elevados, com aumento de 6% em Julho, 14,1% em Agosto e 8,4% em Setembro. “O mês de agosto tem o Dia dos Pais, mas os outros dois meses não tem nada de especial”, comentou Libânio Victor Nunes de Oliveira ao chamar a atenção para o crescimento das consultas, o que não equivale a vendas. “Mas quer dizer que mais pessoas procuraram o crediário, ou seja, estiveram nas lojas”, classificou o presidente da Acim que espera elevação nas consultas nos meses de outubro, novembro e dezembro. “Outubro e Dezembro são inevitáveis, com o Dia das Crianças e Natal”, apontou. “A surpresa será o mês de novembro”, disse. “Se essa previsão acontecer serão seis meses de crescimento no cuidado com a inadimplência o que não acontecia há mais de 10 anos”, lembrou.

No comparativo ao igual período do ano passado, os 10 meses do ano tem um acumulado negativo de 3,5%, com 253.399 consultas realizadas até o momento, diante das 262.592 nos meses de 2016. “Os números do ano passado não servem de parâmetro para quase nada, pois, foi todo ele negativo e ruim”, lamentou Libânio Victor Nunes de Oliveira, que percebe uma melhoria no comercio varejista local e uma expectativa muito boa para as vendas no final do ano. “Pelo menos serve para mostrar que estamos melhor que antes”, ironizou o dirigente que lamenta as incertezas políticas que afetam e afetaram a economia diretamente. “Os escândalos prejudicam o estímulo a produção, a segurança do investidor, e o consumo do consumidor, além de diminuir a velocidade do giro da economia em geral”, comentou.
Dos 10 meses analisados estatisticamente pelo SCPC da Acim, apenas quatro meses foram negativos: janeiro (-2,3%), Fevereiro (-9,2%), Abril (-7,4%) e Junho (-34,8%). “As surpresas foram os meses de Abril e Junho, diante do movimento normalmente intenso no comércio, principalmente quanto ao Dia dos Namorados em Junho”, avaliou Libânio Victor Nunes de Oliveira que acredita numa mudança de comportamento do lojista que passou a se informar mais sobre o cadastro do cliente, mesmo com as vendas mais intensas com os cartões de crédito, débito e benefícios, que não passam pelo SCPC da Acim. “A inadimplência é uma doença que mata a empresa silenciosamente”, ensinou o experiente empresário mariliense.

Cresce número de consultas ao SCPC pelo 3º mês seguido
Avalie esta postagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Seja um associado

Independente do porte e segmento da sua empresa, na ASSOCIAÇÃO certamente existe um benefício perfeito para vocé