Atendimento: [14] 3402-3300

Empresários e consumidores aprovam criação do tributo

Reinaldo Miguel, diretor da associação comercial de Marília, fala da pesquisa sobre o Imposto Único.

O segundo tesoureiro da Diretoria Executiva da Associação Comercial e Industrial de Marília, Reinaldo Miguel, reforçou a tendência empresarial que é favorável a criação de um imposto único, desejo de muito tempo do empresariado em geral. “Pesquisas mostram que 51% da população concordam com a ideia de reunir todos os impostos brasileiros em apenas um, como o Imposto Único sobre Movimentação Financeira”, disse o dirigente da associação comercial mariliense, que também é favorável a proposta, enquanto 36% desaprovam a proposta. Outros 13% não sabem ou não respondem à pergunta. “Acredito que a população deveria se manifestar, promovendo o debate e sugerindo alternativas”, comentou o diretor da entidade associativa que também defende a criação de novos impostos que agregassem outros e diminuíssem a carga tributária.

Aqueles com renda familiar mais alta e maior escolaridade se mostram mais otimistas e mais bem informados sobre o tema Reforma Tributária. Possuem conhecimento sobre a criação do IMF, mas se destacam entre aqueles que não acreditam que este imposto, substituindo os demais, seja uma boa solução para o país. A população com renda familiar mais baixa e os menos escolarizados se mostram um pouco mais pessimistas, desconhecem as discussões que estão ocorrendo e em algumas situações ainda não possuem uma opinião formada. Os dados fazem parte de uma pesquisa encomendada pela Associação Comercial de São Paulo (ACSP) ao IBOPE Inteligência sobre o entendimento da população sobre a Reforma Tributária.

Das discussões que envolvem o tema, mais de sete em cada dez (72%) julgam a Reforma como importante ou muito importante para o país, enquanto 20% a consideram sem importância (pouco ou nada importante). Somam 8% aqueles que declaram que não sabem ou optam por não responder. Sobre o grau de conhecimento referente a Reforma, 46% dos entrevistados afirmam que estão um pouco informados, ao passo que 40% dizem estar nada informados. Um em cada dez entrevistados considera que está muito informado sobre o tema e 3% não sabem ou não respondem. Entre os mais informados se destacam aqueles com idade entre 35 e 54 anos, os que possuem Ensino Superior, os moradores de municípios com mais de 500 mil habitantes, residentes em capitais, e aqueles com renda familiar mais alta. Já entre os que se consideram nada informados, se destacam as mulheres, os entrevistados com idade acima de 55 anos, os menos escolarizados, os residentes das regiões Norte/ Centro-Oeste, as pessoas que moram no interior, aqueles que residem em municípios pequenos (até 50 mil habitantes) e os que possuem renda familiar mais baixa.

A pesquisa também revela que parte da população (41%) acredita que, com a aprovação da Reforma, os brasileiros pagarão mais impostos – percepção maior entre as mulheres, entre aqueles com idade entre 45 e 54 anos, os menos escolarizados, os residentes na região Nordeste, os moradores da periferia, e aqueles com renda familiar mais baixa. Entretanto, uma parcela importante dos entrevistados se mostra pouco mais otimista em relação à aceleração econômica e à oferta de empregos. Caso a reforma se concretize, 30% acreditam que haverá aceleração do crescimento econômico, mesma proporção que considera que a economia vai se manter como está. Para 24% haverá retração na economia e 16% não sabem ou não respondem à pergunta. Quase quatro em cada dez entrevistados (39%) afirmam que, com a aprovação da Reforma Tributária, vai aumentar a oferta de empregos, enquanto 26% consideram que a oferta de empregos não vai se alterar. Para 25% dos brasileiros, a oferta de empregos vai diminuir e 9% não sabem ou optam por não responder.

Empresários e consumidores aprovam criação do tributo
Avalie esta postagem

Seja um associado

Independente do porte e segmento da sua empresa, na ASSOCIAÇÃO certamente existe um benefício perfeito para vocé

Dúvidas?

Acesso a Live: https://forms.gle/ASzRhc3ueVJXgqM5A