Atendimento: [14] 3402-3300

Evento reúne lideranças para uso do Cadastro Positivo

Encontro na cidade de Marília explicou como o Cadastro Positivo impactará no mercado varejista e para as associações comerciais

Encontro regional organizado na sede da Associação Comercial e Industrial (ACI) de Marília, pela Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp), reuniu dezenas de presidentes de associações comerciais do centro-oeste paulista, dirigentes de classe e representantes do Poder Público Municipal, para conhecerem a melhor forma de utilizar o Cadastro Positivo que devem entrar em ação a partir de agosto. “A política de crédito terá que ser revista”, acredita o presidente da associação comercial de Marília, Adriano Luiz Martins, que foi o anfitrião do encontro que trouxe o vice-presidente da Facesp, Marco Aurélio Bertaiolli; o superintendente da federação, Nathanael Miranda dos Anjos; o presidente do Escritório da Junta Comercial do Estado de São Paulo (Jucesp), Walter Ihoshi e o responsável pelo Departamento Comercial da Boa Vista SCPC, Alexandre Kanbach. “Além deles, estiveram os executivos e presidentes de associações comerciais de nossa região”, reforçou Adriano Luiz Martins.

Para mostrar a importância do Cadastro Positivo para as associações comerciais, Marco Aurélio Bertaiolli mostrou o histórico do trabalho realizado pela Facesp para conseguir a aprovação da lei que regulamenta o Cadastro Positivo. “Vamos ampliar o nosso raio de atuação e oferecer melhores condições para os nossos associados decidirem a liberação de crédito com mais segurança”, disse o dirigente paulistano que aproveitou a oportunidade e mostrou o outro lado que a federação está trabalhando para combater a burocracia na abertura de empresas e a importância da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) que regulamenta o tratamento de dados pessoais que são a matéria prima do Cadastro Positivo. “Para chegarmos onde estamos, com o Cadastro Positivo, tivemos que enfrentar muitas batalhas políticas”, disse ao enumerar várias delas dentro do universo político partidário do Congresso Nacional.

O presidente da Jucesp, Walter Ihoshi, por ter sido Deputado Federal por três mandatos, participou de forma ativa como parlamentar em 2011 quando a Lei do Cadastro Positivo começou a ser discutida na Câmara dos Deputados. “Foram muitas as vezes que tivemos que combater a oposição, defendendo o projeto e evitando a contaminação da proposta”, recordou o dirigente que é de Marília e ocupa o cargo na Jucesp, órgão estatal paulista responsável pela abertura e encerramento das empresas paulistas. “Está cada vez mais rápido abrir uma empresa, agora com mais segurança e menos custos”, disse ao defender o Cadastro Positivo como uma excelente oportunidade para as associações comerciais a ampliarem os serviços e captarem mais associados. “Minha atuação sempre foi nas associações comerciais e conheço bem a importância de um serviço desta amplitude para o varejo em geral”, disse com conhecimento.

Para Alexandre Kanbach, da Boa Vista SCPC, o órgão de consulta está devidamente preparado para atender todas as associações comerciais paulista, inclusive, sistemas de consulta próprios foram testados e, em breve disponibilizados para todas as associações comerciais. “As entidades necessitam da criação de estratégias para captar novos associados e comercializar de forma inteligente esse novo mercado”, comentou o dirigente paulistano que assessora as associações comerciais quanto as dados dos consumidores em geral. “Agora vamos trabalhar com os consumidores inadimplentes e adimplentes”, disse ao mostrar a metodologia que será utilizada para este novo serviço que será oferecido principalmente para a rede bancária e empresas com crédito pessoal.

Evento reúne lideranças para uso do Cadastro Positivo
Avalie esta postagem

Seja um associado

Independente do porte e segmento da sua empresa, na ASSOCIAÇÃO certamente existe um benefício perfeito para vocé

Dúvidas?