Atendimento: [14] 3402-3300

Lojas buscam alternativas para manter vendas ativas

Algumas lojas de Marília se prepararam para a quarentena em ponto máximo, com o comércio eletrônico

Algumas lojas de Marília se prepararam para a quarentena em ponto máximo, com o comércio eletrônico

Nesta segunda vez na Fase Vermelha do Plano São Paulo de combate a Covid-19, quando somente as lojas consideradas pelo Governo do Estado de São Paulo como essenciais podem funcionar, em detrimento a maioria das outras lojas, algumas delas, neste momento, estão mais preparadas do que a vez anterior. Aproveitando a plataforma de comércio eletrônico desenvolvida pela Associação Comercial e Industrial de Marília, com mais de 200 lojas participantes, é possível continuar com a loja ativa, mesmo fechada para o público como determina o Decreto Estadual. “O e-commerce é a principal alternativa para muitas lojas”, apontou o presidente da entidade, Adriano Luiz Martins, ao disponibilizar para os lojistas participantes do comércio eletrônico local, painéis como adesivo, do “QR Code” da empresa, colocado na porta da loja que está fechada. “Através deste “QR Code” o consumidor pode comprar eletronicamente, através do cartão de crédito ou débito, e até mesmo por boleto bancário ou Pix”, disse o dirigente.

“QR Code” é um código de barras bidimensional que pode ser facilmente escaneado usando a maioria dos telefones “smartphones” equipados com câmera e um aplicativo que faça esta leitura. Esse código é convertido em texto, num endereço eletrônico (URL), num número de telefone, num e-mail, num contato ou num SMS. “O leitor de QR Code é um recurso para ler os códigos QR que podem ser encontrados nativamente nos aplicativos de câmera padrão do iPhone e de celulares Android”, disse Adriano Luiz Martins, ao lembrar que o consumidor terá que ter um aplicativo que faça essa leitura. Alguns dos aplicativos mais utilizados são: Barcode Scanner, QR Scanner, QR Droid Code Scanner, QR Code Reader, NeoReader QR, QR Code Reader and Scanner e QR Code Scanner, dentre outros que são encontrados em qualquer loja virtual de aplicativos. O “QR Code” pode ser utilizado para melhorar a identidade e o modo como uma empresa “se mostra” para o grande público. “No nosso caso ele será usado para guiar o consumidor para o nosso portal eletrônico onde a loja está localizada, o que o ajudará a encontrar e conhecer mais detalhes sobre a loja ou empresa procurada”, disse o presidente da associação comercial que acredita numa grande procura por consumidores virtuais, que estão acostumados com este procedimento.

De acordo com Adriano Luiz Martins o “QR Code”, ou código QR, é a sigla de “Quick Response” que significa resposta rápida. “QR Code é um código de barras, que foi criado em 1994, e possui esse nome pois dá a capacidade de ser interpretado rapidamente pelas pessoas”, falou ao padronizar o material a ser disponibilizado pela associação comercial aos lojistas interessados no tamanho de 1,5m por 1,5m como adesivo, para ser colocado no lado externo da loja e outro em tamanho A4, para a parte interna. “A ideia é que o consumidor, mesmo dentro do carro, possa mirar o “smartphone” no adesivo e escanear os dados da empresa e entrar no portal eletrônico para procurar o produto ou serviço, mesmo com a loja fechada”, exemplificou o dirigente de Marília que tem procurado fazer com que o e-commerce esteja mais próximo de todos os comerciantes associados e consumidores.

Atualmente o Shopping Eletrônico da associação comercial: o “Marília Dakki” (www.marilia.dakki.com.br) disponibiliza no portal eletrônicos 15 categorias de lojas, opções para vender e comprar, alternativas para contratar um entregador e novidades promocionais. São mais de 200 lojas genuinamente mariliense que efetuam vendas de forma segura.

Lojas buscam alternativas para manter vendas ativas
Avalie esta postagem
Siga-nos e curta-nos:

Seja um associado

Independente do porte e segmento da sua empresa, na ASSOCIAÇÃO certamente existe um benefício perfeito para vocé

Dúvidas?