Atendimento: [14] 3402-3300

Na pandemia cresce o número de consultas sobre cheques

O vice-presidente da associação comercial, Manoel Batista de Oliveira, analisa a performance do SCPC local

 

Com a retomada do Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC) da Associação Comercial e Industrial de Marília no último mês de Setembro, o vice-presidente da diretoria, Manoel Batista de Oliveira, percebeu um crescente número de consultas nos meses de Setembro e Outubro quanto a emissão de cheques no comércio varejista da cidade. “Essa é uma tendência natural, afinal, em época de pandemia o consumidor utiliza de todos os recursos que existem para comprar”, justificou ao destacar a queda nacional do uso de cheques no comércio em geral nos últimos anos, em virtude do crescimento das compras eletrônicas e das vendas através dos cartões de crédito, débito e benefícios que não utilizam o sistema de consulta do crediário. “Sem contar as vendas à vista que cresceram muito”, falou o dirigente ao analisar o relatório do SCPC da associação comercial do mês de Outubro, que mostra entre as consultas de cheques crescimento de 13,3% no comparativo com o ano passado.

De acordo com Manoel Batista de Oliveira no mês de Outubro já houve um crescimento de 3,9%, mas o de Setembro foi bem maior. A média anual, contando os quatro meses do ano (Janeiro, Fevereiro, Setembro e Outubro), foi de queda de 16,5% nas consultas sobre os cheques. “Não deixa de ser baixa, mas as vendas na pandemia acontecem de todas as formas”, falou o dirigente ao lembrar que as vendas com cheques são utilizadas mais para parcelamentos, afinal, o cheque é um compromisso de pagamento e não uma venda à vista, necessariamente. “Por isso a importância de consultar, e o fato de consultar não quer dizer que a venda foi realizada”, explicou ao descartar as vendas através dos cheques, como índice de movimentação no varejo. “Isso mostra que houve a negociação, mas não afirma que a venda foi feita”, disse ao destacar o movimento no comércio e não expectativa de volume de vendas. “Mostra que houve a relação comercial e não a venda em si”, ressaltou.

Com o período da pandemia iniciado no mês de Março, o SCPC da associação comercial mariliense ficou inativo nos meses de: Março, Abril, Maio, Junho, Julho e Agosto, retornando apenas em Setembro. “Este seis meses todos nós passamos pelo período mais agudo da quarentena, e tanto as lojas como a própria associação comercial, cumpriram a determinação do Plano São Paulo, do Governo do Estado”, avisou José Augusto Gomes, superintendente da associação comercial de Marília ao justificar a performance do sistema em apenas quatro meses, próximo ao final da temporada. “E os nossos comparativos são com as performances do ano passado e não dentro da quarentena”, acrescentou o dirigente o que demonstra índices mais apurados. “Estamos comparando uma situação anormal com uma situação normal”, falou o dirigente da entidade que destaca a utilização do SCPC como forma de proteger o lojista da inadimplência. “Quem consulta vende melhor e mais seguro”, disse José Augusto Gomes.

CONSULTA AO SCPC – Nos quatro meses de funcionamento neste ano o número de consultas ao banco de dados do SCPC da Associação Comercial e Industrial de Marília tem queda de 7,06% no ano, no comparativo a igual período do ano passado. No mês de Outubro deste ano foram realizada 10.767 consultas ao sistema de proteção ao crédito, diante das 14.957 consultas realizadas no mês de Outubro do ano passado. Uma queda de 28,01% considerada baixa diante das condições de trabalho atual no varejo. No ano foram realizadas nestes quatro meses, 82.781 consultas realizadas diante das 89.065 consultas nos mesmos meses de 2019. “O comércio está reagindo dentro das possibilidades, afinal, são muitas as instabilidades econômicas e ainda o reflexo das eleições municipais”, disse o presidente da associação comercial mariliense, Adriano Luiz Martins, que acredita em melhoras nas vendas com a campanha da “Black Friday” no mês de Novembro e com o Natal em Dezembro.

Na pandemia cresce o número de consultas sobre cheques
Avalie esta postagem
Siga-nos e curta-nos:

Seja um associado

Independente do porte e segmento da sua empresa, na ASSOCIAÇÃO certamente existe um benefício perfeito para vocé

Dúvidas?