Atendimento: [14] 3402-3300

Parcela do 13º salário é destaque na campanha

José Augusto Gomes, superintendente da Acim, acredita em boas vendas no mês de novembro

Visando estimular o investimento dos consumidores que receberão neste mês de novembro a primeira parcela do 13º salário, a diretoria da Associação Comercial e Industrial (ACI) de Marília, está desenvolvendo a campanha promocional “Tempestade de Ofertas”, que além de preparar as lojas, os comerciários e os consumidores para as vendas no Natal, no próximo mês de dezembro, serve também para atrair a primeira parcela do 13º salário dos empregados com carteira assinada. “Pesquisas mostram que o desejo do assalariado é comprar presentes no final do ano”, disse Libânio Victor Nunes de Oliveira, presidente da associação comercial local, analisando recente pesquisa realizada pela Associação Comercial de São Paulo (ACSP). “Mais brasileiros vão gastar 1º parcela do 13º com viagens e presentes, aponta pesquisa”, falou o dirigente mariliense.

De acordo com o levantamento realizado entre os consumidores da capital paulista, que ditam o ritmo do comércio varejista no País, o percentual de brasileiros que pretende gastar a primeira parcela do 13º salário com presentes de fim de ano subiu de 5% para 8,6% entre o ano passado e este. Já a quantidade de consumidores que planejam viajar com o dinheiro extra saltou de 2,5% para 8,6% no mesmo período. “Tudo leva a crer que teremos um Natal muito bom e o saco do Papai Noel vai estar mais cheio”, disse o presidente da ACSP, Alencar Burti, ao refletir sobre os dados apresentados. “As vendas não chegarão próximas às de 2014, último Natal que a gente era feliz, mas, poderemos recuperar as perdas do ano passado, se o varejo tiver bom desempenho”, comentou o presidente da ACSP e da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp), que reforça, contudo, que somente em 2020, na melhor das previsões, o varejo chegará ao nível de 2014. “O estrago do ano passado foi muito forte”, completou Libânio Victor Nunes de Oliveira ao acusar os desgovernos de Lula e Dilma Rousseff.

Em dezembro daquele ano, o Índice Nacional de Confiança (INC) da ACSP/Ipsos registrava otimismo de 148 pontos. No indicador mais recente deste ano, referente a outubro, a confiança do brasileiro, segundo o INC, foi de 73 pontos, nível no campo do pessimismo. Na avaliação de Burti, as TVs têm tudo para ser o destaque das vendas de fim de ano em função do fim do padrão analógico e pela proximidade da Copa do Mundo, na Rússia. Apesar do aumento na vontade de consumir, a pesquisa mostra que dois terços dos brasileiros ainda vão usar o dinheiro do 13º para pagar dívidas ou poupar (42,9% e 22,9%, respectivamente); praticamente os mesmos níveis do ano passado. O levantamento ainda indica que os indecisos caíram de 22,5% para 17,1%, o que reforça a tendência de maior consumo nos próximos meses.

Para o superintendente da Acim, José Augusto Gomes, o mês de novembro com a campanha promocional “Tempestade de Ofertas”, também tem este foco e o objetivo deve ser alcançado. “Dai a importância de se realizar uma campanha deste porte, antes do Natal”, justificou o dirigente mariliense ao lembrar da campanha em andamento que sorteará três automóveis zero quilômetro na última semana de dezembro. “Sem contar que em novembro, todos os sábados as lojas abrirão até as 17 horas”, reforçou o superintendente que já distribuiu o material promocional da campanha para as lojas envolvidas. “O mês de novembro deve ser um bom mês para as vendas no varejo”, acredita ao acompanhar os índices econômicos e verificar a expectativa positiva do comércio em geral.

Parcela do 13º salário é destaque na campanha
Avalie esta postagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Seja um associado

Independente do porte e segmento da sua empresa, na ASSOCIAÇÃO certamente existe um benefício perfeito para vocé

Dúvidas?