Atendimento: [14] 3402-3300

Sucessão familiar é tema para empreendedores

Carlos Francisco Bitencourt Jorge, coordenador do CJE da associação comercial, fala sobre o talk show empresarial

Acontece nesta sexta-feira, dia 28, das 18 as 20h30, na sede da Associação Comercial e Industrial (ACI) de Marília, “Talk Show Empresarial”, organizado pelo Conselho do Jovem Empreendedor (CJE) da associação comercial mariliense, com entrada pela Rua Prudente de Moraes, 345, com apresentação de convite. “É mais uma atividade que desenvolvemos, dentro de nossa programação, como forma de debater questões relacionadas ao nosso conselho”, disse o coordenador do CJE, Carlos Francisco Bitencourt Jorge, ao lembrar do “happy hour empresarial” que tem sido realizado pelo grupo e se tornado uma característica do conselho, desde a reformulação, com o propósito de atrair jovens empreendedores para as discussões temáticas dentro da entidade associativa. “Nosso grupo é bem atuante e vem chamando a atenção das associações comerciais da região”, disse satisfeito o coordenador do grupo que tem visitado entidades de outras cidades para falar e mostrar a importância de envolver o jovem ao associativismo.

Sucessão familiar foi o tema escolhido neste terceiro encontro por ir ao encontro de várias situações vividas pelos jovens empreendedores de Marília. Fernanda Mesquita Serva e Stenio Dedemo, foram os convidados, desta vez, a exporem situações conceituais e práticas, por viverem este tipo de situação. “São casos de sucesso e os depoimentos ajudarão muito os demais que estejam passando por situação parecida, ou que passarão”, comentou Carlos Francisco Bitencourt Jorge, ao lembrar que a pró-reitora da Universidade de Marília faz parte do Conselho do Jovem Empreendedor da associação comercial. “A Fernanda viveu e vive esta questão e tem uma forma muito peculiar de repassar as experiências que conseguiu com o tempo”, defendeu o dirigente da ACI de Marília. “Já o Stenio, ele faz parte da comissão de empresas familiares do IBGC e repassará para nós alguns conceitos e práticas que complementarão o dia a dia do que muitos estão passando”, completou o coordenador do CJE.

O prazo para a aquisição dos convites terminou e agora somente procurando a secretaria da associação comercial, para saber se existem vagas. “Infelizmente temos uma limitação de espaço e de acomodação, por isso, foi preciso limitar a participação”, explicou ao colocar-se a disposição para as acomodações de última hora se forem necessárias. “A proposta é que o máximo de pessoas possíveis aproveitem a oportunidade, e o evento está aberto a qualquer interessado”, comentou Carlos Francisco Bitencourt Jorge que tem procurado promover intercâmbios com outros grupos de jovens empreendedores no Estado de São Paulo, Paraná e Minas Gerais. “Talvez os anseios sejam semelhantes, mas a forma de satisfaze-los é que são diferentes, pois, depende da realidade de cada comunidade”, disse o dirigente que além de fazer parte do Conselho do Jovem Empreendedor, faz parte da diretoria executiva da associação comercial como secretário.

O Conselho do Jovem Empreendedor, da associação comercial de Marília, se reúne mensalmente, na sede da entidade e realiza ações no sentido de ampliar a participação do grupo nas atividades da entidade e na prática empreendedora. Atualmente o grupo é formado por mais de 25 jovens empresários, com tendência de crescimento diante do formato atual do grupo que conta com diretoria específica e plano de ação. A gestão é de um ano para que todos possam colaborar com a condução dos trabalhos. A diretoria é formada pelo coordenador e vice coordenador, apenas, ficando para todos a responsabilidade de ajudar na organização do grupo. Para participar do CJE é preciso ser associado da Associação Comercial e Industrial de Marília e contribuir com uma mensalidade de R$ 35,00.

Sucessão familiar é tema para empreendedores
Avalie esta postagem

Seja um associado

Independente do porte e segmento da sua empresa, na ASSOCIAÇÃO certamente existe um benefício perfeito para vocé

Dúvidas?